JOVENS ADVENTISTAS AMA

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

A LÍNGUA É FOGO





Assim, também a língua, pequeno órgão, se gaba de grandes coisas. Vede como uma fagulha põe em brasas tão grande selva! Ora, a língua é fogo. Tiago 3:5 e 6.
Muito cedo na vida aprendi a veracidade dessas palavras de Tiago. Tinha meus catorze anos e estava estudando no IASP, onde, embora distante do lar, a vida era intensa e agradável. Certo dia, em meio às atividades normais da tarde, ouvimos um grito desesperado clamando por socorro: "Fogo! Fogo! Fogo!"
Alguém, desavisadamente, jogara uma porção de cinza junto ao mato perto da cozinha do colégio. Porém, no meio da cinza havia faíscas vivas de fogo. Foi tudo uma questão de segundos e minutos. A brisa que soprava avivou as faíscas; estas se transformaram em chamas no capim seco e, num instante, o fogo se alastrou.
Com o calor do fogo o ar se movimentava fazendo com que as chamas ganhassem cada vez mais velocidade para queimar o capim e até as árvores. Munimo-nos de galhadas com folhas verdes para abafar o fogo; porém, nos achávamos totalmente impotentes. Foi quando um professor disse: "Vamos deixar o fogo queimar. Ali na frente há aquela pequena estrada que vai segurar o fogo." Assim, todos concordamos em parar os esforços.
Ficamos contemplando o terrível espetáculo a distância. Mas quando o fogo chegou na estrada tivemos uma grande decepção. O vento soprava de forma irregular, de um lado para outro, e, de repente, formou um redemoinho que levantou uma grande touceira de capim em chamas, lançando-a a seguir do outro lado da estrada. Então agimos rápido e sufocamos o fogo que não mais se alastrou.
É exatamente isso que acontece quando as pessoas usam a língua de forma inadequada. Ateiam fogo em ambientes com fofocas e maledicências, conturbam a sociedade e, às vezes, causam prejuízos irreparáveis ao destruírem vidas. Mesmo a alegação de que estão falando a verdade não justifica o fato de se espalhar más notícias. Essa ação é sempre inspirada e motivada pelo inimigo que deseja estragar vidas, conturbar ambientes e retardar a obra de Deus. Cuidemos, pois, para não sermos úteis a essa causa tão inglória!
É muito sábio o conselho dado por Tiago: "Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar." Tiago 1:19. Que Deus nos ajude a usarmos o dom da comunicação unicamente para edificar e salvar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário